Rio de Janeiro

Janeiro – Bate e volta. Saí na sexta-feira à noite e cheguei na segunda pela manhã. Mas mesmo que rapidinho, eu consegui fazer muita coisa no Rio de Janeiro! Pra começar, assim que chegamos (fui com um amigo e encontrei outro que, por sua vez, nos apresentou sua amiga – só gente fina, elegante e sincera), encontramos o Sol, que brilhou mais uma vez depois de dias de chuva na Cidade Maravilhosa. Depois, fomos tomar café Starbucks, já que aqui em Minas não tem, e pegamos uma praia de leve. Gente, não há nada melhor do que sentar na areia, abrir uma lata cerveja e se perder ao olhar o MAR(avilhoso).

IMG_20160131_153001405

IMG-20160130-WA0026

Depois de comer um peixe frito acompanhado de outra cerveja, conheci um lugar do Rio que não costuma ganhar os cartões postais, o Parque Lage. Só conhecia por foto uma parte do parque com estrutura da época da Grécia. Mas ele é mais que isso. Tem uma grande extensão de Mata Atlântica, algumas quedas de água, um aquário dentro de uma caverna, um mirante e umas construções lindas. Eu me surpreendi! Ainda fomos aos quiosques, curtimos um bloco de carnaval e pegamos mais praia. Foi tudo fantástico! A única coisa chata é que perdi meu cartão de banco.

IMG-20160130-WA0048

IMG-20160130-WA0068

IMG-20160201-WA0023

Dicas:

Como ir: A empresa de ônibus Útil tem promoções BH-Rio de Janeiro. Eu paguei só R$ 30 reais na passagem de ida! Vale a pena pesquisar. O ônibus é confortável, mas o ar condicionado fica perto do 0°C.

Onde ficar: Eu fiquei hospedada na casa de um amigo, pertinho da praia (obrigada, Fer!), mas meu amigo ficou hospedado no Hercu’s Hostel e pagou R$ 70 pela diária.

Quanto levar: Não sei ao certo quando gastei, mas calculei gastar lá R$ 250. Se passou disso, foi muito pouco.

Anúncios