Mart’nália sambou com a sociedade!

Já na terceira música, praticamente toda a plateia estava próxima do palco. Na última, uma colombiana corajosa invadiu o palanque e deu um abraço na cantora. Foi dessa forma que Mart’nália, que cantou ontem (sábado) no Palácio das Artes, na turnê “Mart’nália Em Samba!, fez com que o público se sentisse em casa. “É um show pra todo mundo cantar junto”, lembrei-me dela falando por telefone na entrevista que me deu, na última quinta-feira.

Sou suspeita pra falar porque sou fã. Mas, ao ver as pessoas sambando, cantando e sorrindo ao som de sua música prova que a apresentação agradou e surpreendeu a maioria presente. Mart’nália deu um show de simpatia! A sua proximidade fez com que as pessoas se sentissem bem à vontade. Aos braços que se levantavam, ela retribuía com um aperto de mão; às pessoas que pediam selfie (inclusive eu), ela se agachava sem reclamar para o clique; à quem pedia um autógrafo, ela dava sua rubrica, seja num CD ou em algum papel improvisado. Tudo isso, sem parar de cantar um minuto.

"Minha pretinhosidade" Crédito: Daniel Bianchi
“Quero ver se você tem atitude” Crédito: Daniel Bianchi

A proposta da apresentação, inclusive, era essa. Produzido pelo pai da carioca, Martinho da Vila, Mart’nália me contou que o show foi pensado para ser uma grande roda de samba. Achei legal a ideia, mas acreditei que isso não seria possível no Palácio das Artes, onde as pessoas se sentam, enquanto apreciam o artista quietinhos em suas cadeiras. Porém, se ouvir samba parado já é coisa difícil, se quem estiver à frente dos vocais for a Mart’nália, então, a isso vira missão impossível!

A humildade e disposição da sambista encantou a todos. Entre uma música e outra, que incluiu interpretações de Ana Carolina, Paulinho Moska e Chico Buarque, Mart’nália bebericava uma cerveja Stella Artois. “Mé dá uma!”, alguém da plateia pediu. “Não posso, estou trabalhando”, respondeu a musicista meio meio à gargalhadas. Não foi à toa que Jade, uma colombiana apaixonada pelas canções da artista, voltou em êxtase do abraço dado na carioca, depois da invasão: seu sorriso de orelha a orelha falou mais que qualquer palavra.

Invasão no palco do show resulta em abraço caloroso. Nem assim, Mart’nália parou de cantar. Crédito: Daniel Bianchi
Invasão no palco do show resulta em abraço caloroso. Nem assim, Mart’nália parou de cantar. Crédito: Daniel Bianchi
Anúncios

4 comentários sobre “Mart’nália sambou com a sociedade!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s