Quando não há mais nada

Quando não há nada para ofertar,

nem mesmo um sorriso a escancarar,

é hora de receber.

 

Quando não há nada o que fazer,

nem mesmo tentar entender,

é hora de partir.

 

Quando não há para onde ir,

quando não se sabe nem sorrir,

é hora de amar.

Anúncios

2 comentários sobre “Quando não há mais nada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s